JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.
Cond. Mansões do Amanhecer - Planaltina, Brasília - DF

Sensor de intrusão: quais as tecnologias ideais para cada ambiente

Solicite um Orçamento! É gratuito, podemos ajudar!
Ligue agora (61) 99625-7813 (com WhatsApp)
sensor-de-intrusao

O sensor de intrusão é um dos meios de proteger residências e empresas de invasões. Ele é capaz de detectar imediatamente se alguém entrou no local e, conectado a centrais de monitoramento, pode inibir que ações mal intencionadas ocorram. Ao lado das câmeras e alarmes, é um equipamento essencial para garantir o máximo de segurança.

Mas há diferentes tecnologias disponíveis no mercado hoje. Cada uma delas foi pensada para contextos específicos: áreas abertas, semi abertas, fechadas, com janelas, com portões ou muros. Por isso, na hora de projetar um sistema de segurança em casa ou na empresa, é comum que surjam dúvidas: qual a aplicação de cada um? Que tipo funciona melhor para cada ambiente?

Neste artigo, vamos falar sobre os diferentes sensores de intrusão e quais tecnologias funcionam melhor em cada caso. Continue lendo para saber mais!

Como funciona o sensor de intrusão

Os sensores de intrusão podem ser classificados, de forma geral, em três tecnologias de detecção:

Sensor de barreira

Essa tecnologia utiliza sensores em pares (um transmissor e um receptor) para formar uma barreira de proteção em linha reta, com feixes de infravermelho invisíveis a olho nu. Ela identifica a presença de quem ultrapassa essa barreira. Geralmente é aplicada sobre muros e alambrados, mas também é possível empilhar sensores para criar uma barreira vertical para proteger janelas, portas e locais sem muro, por exemplo. Outra aplicação é para complementar cercas elétricas em portões e locais de passagem.

Sensor de movimento

Nesta categoria se encaixam diferentes tecnologias de detecção: deslocamento de calor ou de massa. Como o próprio nome sugere, esses sensores são capazes de identificar a presença de alguém pelo deslocamento de calor do próprio corpo ou, para o caso de serem utilizados isolantes térmicos, pelo próprio deslocamento de massa. Há no mercado sensores com inteligência para distinguir animais domésticos de 20 a 35 Kg, evitando disparos acidentais.

Sensor de abertura

Esse tipo de sensor foi criado para captar, por meio da variação do campo magnético, o impacto gerado na abertura de portas e janelas. Desta forma, servem para proteger os acessos da casa ou empresa, com opções para diversos tipos e tamanhos de portas e janelas – de vidro, aço, madeira etc. Há modelos robustos que suportam impactos de até 2 toneladas e também modelos mais simples, de fácil instalação, sem fio, que não alteram a estrutura da residência ou empresa.

Para cada uma dessas tecnologias de detecção, há uma variedade de modelos disponíveis. A seguir, vamos ver o que considerar na escolha do sensor de intrusão para cada ambiente.

Escolhendo o sensor de intrusão ideal para cada ambiente

Para escolher o melhor tipo de sensor de intrusão para cada ambiente, o ideal é contar com um instalador, que observe as características do local e indique a melhor solução com o melhor sistema de detecção de intrusão. Isso porque cada local tem suas especificidades, e tudo deve ser considerado: se é aberto, semiaberto ou fechado, qual a área que precisa ser protegida, o que há no entorno, os tipos de portas e janelas e muito mais.

A seguir, vamos dar algumas dicas:

Sensores para áreas externas

Dois dos pontos essenciais ao planejar o sistema de intrusão de áreas externas são:

Cintra IT - Seu site profissional responsivo! Ligue agora (61) 98416-7091
  • O desgaste dos equipamentos por conta da exposição ao sol, chuva e poeira – eles precisam contar com um grau de proteção para que o funcionamento não fique comprometido.
  • Distinção de animais de pequeno porte, como cachorros e gatos – para que não haja disparos falsos.

Nas áreas externas, os sensores de barreira são os mais indicados para os muros, pois criam uma proteção ao redor de toda a residência.

Se houver um caminho muito longo entre o muro e a casa, por exemplo, pode-se complementar a segurança com sensores de movimento específicos para áreas externas, que podem tomar sol, chuva e poeira, além de identificar animais de pequeno porte.

Sensores para áreas semi abertas

Ao contrário das áreas abertas, os locais semi abertos – como churrasqueiras e varandas – não exigem uma preocupação tão grande com o desgaste dos equipamentos por conta da exposição ao sol, chuva e poeira, uma vez que estarão protegidos.

No entanto, ainda é preciso utilizar sensores capazes de diferenciar animais de pequeno porte para não haver disparos acidentais.

Sensores para áreas internas

Para proteger as áreas internas das residências e empresas, a melhor estratégia é utilizar sensores magnéticos para portas e janelas. Na hora de escolher, duas coisas devem ser levadas em conta: o material (aço, vidro, madeira) e a distância de abertura (espaço do encaixe). Se a distância de abertura suportada pelo sensor for inferior à da porta ou janela em relação ao batente, ele pode disparar com um caminhão que gere trepidações ao passar na rua, por exemplo. Logo, é preciso ter cuidado na avaliação.

Nos cômodos internos, pode-se utilizar sensores mais simples – com tecnologia infravermelha e identificação de animais de pequeno porte. Para corredores, vitrines e prateleiras, pode ser necessário adotar sensores mais específicos. Além disso, se houver algum ambiente que precise de uma segurança extra – como salas com cofre ou joalherias -, pode-se optar por sensores mais sofisticados, com detecção de deslocamento de massa, caso haja a tentativa de burlar os sensores com uma manta térmica, por exemplo.

Sensor de intrusão: a tecnologia certa para cada necessidade

Assim como há diversos fatores a serem considerados para escolher o sensor de intrusão mais adequado para cada ambiente, há muitos modelos e tecnologias disponíveis.

Fatores técnicos como o ângulo de abertura e o alcance dos sensores de movimento e de barreira são essenciais. Também é preciso avaliar a qualidade e resistência dos materiais para sensores externos, a sensibilidade para evitar disparos acidentais e a forma de detecção mais adequada para cada situação. Por fim, contar com tecnologia avançada com processamento digital e comunicação sem fio com o monitoramento também colabora para garantir a segurança total.

SOLICITE SEU ORÇAMENTO AQUI

A JS e Segurança Eletrônica é uma empresa experiente no ramo de Segurança Eletrônica em Brasília e Cidades Satélites. Conte com a JS e Segurança Eletrônica que atua há anos fornecendo apenas o que há de melhor e mais inovador em equipamentos de segurança eletrônica em Brasília, como kit de alarmes, controle de acesso, interfones, concertinas, cercas elétricas e porteiro eletrônico com câmera.

Se deseja receber uma consultoria especializada, preencha nosso formulário de contato que um profissional capacitado vai entrar em contato com você.

Cintra IT - Tudo para sua empresa ou negócio viver bem na Web.

Veja mais

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através do navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.